Jogos Digitais e Aprendizagem

Livro 1
A EFICÁCIA DA APRENDIZAGEM BASEADA EM JOGOS DIGITAIS –
A eficácia de desenvolver o processo de ensino-aprendizagem utilizando os jogos digitais já esta comprovada através de vários estudos realizados em diversos países, onde esta atividade vem se tornando cada vez mais comum em salas de aula. No mundo em que vivemos, onde as transformações são contínuas, as mídias emergentes e os novos meios de comunicação não podem ser ignorados e nem a sua influência sobre as crianças e jovens.

Os jogos digitais ajudam as crianças a superar desafios, quando atingem níveis mais elevados. Esta forma de aprender faz bem para a vida, ainda mais quando é aplicada no processo de aprendizagem na vida real.

Os jogos digitais, se bem aplicados, permitem novas experiências textuais, formas de representar o mundo, possibilidade de relacionamento entre o usuário e as tecnologias, e constituição de subjetividades e identidades, onde as crianças e jovens podem construir suas próprias realidades e organizar seus conhecimentos e ainda vivenciar experiências fictícias.

A colaboração que ocorre entre as crianças ao fazer uso dos jogos interativos multiusuários, como o Magic Bubble, irá estimulá-las a trabalharem em grupo e ajudarem umas as outras.

site seguro  siteblindado

 

Alguns benefícios que os Jogos Digitais proporcionam às crianças:

  1. Raciocínio lógico – Jogos de estratégia, em que é preciso encontrar a solução certeira, estimulam o raciocínio. Para ultrapassar os obstáculos do videogame, é preciso tomar as atitudes certas, o que favorece o pensar lógico. A vontade de vencer impede que a criança simplesmente desista frente à dificuldade. Além disso, a melhora é progressiva, já que cada fase é um pouco mais difícil que a anterior.
  1. Mais tolerância a frustrações – É normal perder uma partida de videogame e pode acontecer pelos erros mais bobos. Por colocar a perda de uma maneira clara e oferecer a possibilidade de recomeçar, os jogos ajudam a criança a saber perder e saber ganhar. 
  1. Agilidade – Ultrapassar obstáculos, encontrar a saída ou achar a resposta com rapidez faz com que a mente fique mais rápida. Joguinhos e passatempos que colocam limite de tempo são ainda mais eficientes para desenvolver esse aspecto. Um estudo realizado pela Universidade de Rochester (EUA) analisou a resposta de dezenas de jovens a desafios rápidos. Os pesquisadores observaram que aqueles que jogavam games de ação eram, em média, 25% mais rápidos para chegar a uma conclusão e responder corretamente às perguntas. Além disso, os brinquedos que oferecem a possibilidade de exercício físico geram tanto agilidade mental quanto física. Teremos uma área para ensinarem as crianças jogos que podem ser praticados de maneira real com seus coleguinhas: pular corda, esconde-esconde, pega-pega, etc.
  1. Convívio com a família – Determinados games e passatempos podem ser úteis para unir a família, não apenas por ter possibilidade de jogos em grupo, mas porque permitem que os pais se envolvam no universo da criança. Pais e filhos ganham juntos, perdem juntos e se divertem juntos. Isso aumenta a cumplicidade e a parceria. É o caso dos nossos Quizes, onde os pais podem ajudar seus filhos na resolução das questões.
  1. Convívio com outros colegas – Quem nunca convidou um amiguinho para ir brincar lá em casa? Pois é, já que a onda agora é a internet, vale chamá-lo para disputar uma partida, ou participar de um bate-papo. Nosso ambiente interativo, onde as crianças passeiam com seus Avatares pelas cidades, proporciona uma excelente oportunidade de troca de experiência entre as crianças.
  1. Coordenação – Quem já tentou jogar um game sabe que não é fácil apertar os botões certos na hora certa. Os estímulos visuais, auditivos e, em alguns jogos, sensoriais, surgem todos ao mesmo tempo. Segundo a psicóloga Blenda explica, existem estudos que comprovam que quem curte os games têm melhor coordenação motora. Um deles, realizado na Universidade de Albuquerque (EUA), encontrou que o córtex cerebral de quem joga games é mais espesso justamente na área relacionada a essa função. “Afinal, não é fácil apertar botões para cima, para esquerda, para direita, para baixo, saber o que está acontecendo na tela e ainda estar atento aos sons do jogo”, diz a especialista. 
  1. Atenção – Qualquer jogo oferece um desafio à atenção. Até no simples Tetris é preciso se concentrar para encaixar as pecinhas no melhor lugar possível. Uma pesquisa, realizada no Centro Médico Beth Israel, de Nova York, descobriu que até cirurgiões podem se beneficiar de uma boa partida de videogame. A habilidade para realizar as cirurgias do tipo laparotomia foi maior nos profissionais que jogavam por cerca de três horas por dia.

Boa Diversão!

logo new em bx